3 de junho de 2013

VIAGEM PARA A SUÉCIA

Enfim, cheguei na Suécia! A viagem foi super tranquila e vou contar todos os detalhes nesse post, porque muitas coisas eu não sabia e tive que perguntar ou pesquisar a respeito. Eu nunca tinha saído do Brasil e também não tinha costume de andar de avião, então eu estava super insegura... Mas foi tudo foi muito fácil no geral. Fui fazendo amigos ao longo do caminho e descobrindo aos poucos as coisas. ^^

Google images
BAGAGENS
Eu já sabia que as malas iam direto para o destino final, mas como eu ia mudar de companhia aérea, eu pensei que talvez precisasse pegar as malas no Rio também. Então, quando fui despachar as malas em BH, eu perguntei à moça que me atendeu e ela confirmou que eu só precisaria pegar as malas em Estocolmo. 
Para as viagens internacionais a partir do Brasil você pode levar duas malas com até 32 kg e a bagagem de mão. É sempre bom conferir sobre a bagagem de mão de acordo com a empresa que você vai viajar, mas o normal, eu acho, é uma bagagem de até 10 kg e pertences como um notebook, por exemplo. Eu só trouxe uma bolsa e um notebook mesmo, mas encontrei uma menina que tava com uma mala pequena e uma mochila com dois notebooks, além de mais uma sacola com outras coisas.

ITINERÁRIO E AEROPORTOS
Como eu disse em outro post, eu passei por Londres. O itinerário foi: Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Londres e Estocolmo. Fiz check-in em Belo Horizonte e quando fui passar no portão de embarque já tive um problema: minha bota não passou no detector de metais. Tive que tirá-la em todos os aeroportos. No aeroporto de Belo Horizonte foi muito fácil encontrar os lugares para onde eu tinha que ir, mas no Rio de Janeiro não foi a mesma coisa. Tive que andar muito no aeroporto do Rio, porque desembarquei em um terminal diferente do embarque. A falta de informação em placas também fez eu ficar um pouco perdida no Rio. Fiquei três horas até pegar o voo para Londres. Desembarquei no Heathrow no mesmo terminal de embarque. O aeroporto de Londres é repleto de informações, não fiquei perdida, exceto na hora de pegar o trem no andar de baixo, mas pedi ajuda. Fiquei esperando mais quatro horas e peguei o avião para Estocolmo.

TEMPO DE VIAGEM E COMIDA NO AVIÃO
O meu primeiro voo, de BH para o Rio, foi pela TAM. O voo durou mais ou menos uma hora. Eu tava com muita fome, mas só ofereceram dois biscoitinhos de doce e eu tomei água para acompanhar. Já no voo do Rio para Londres, pela British Airways, tem muita comida! Você também pode levar sua própria comida, mas nos voos internacionais não acho que seja necessário. Até bebidas alcoólicas eles oferecem... Esse voo durou mais ou menos 12 horas e eles ofereceram algo para beber pouco depois de decolar, depois ofereceram janta (frango com arroz e salada ou macarrão com salmão) e depois um café super reforçado que tinha até danoninho, hehe... Na viagem para Estocolmo eles ofereceram um enrolado de frango com alface bem apimentado.

Dica super importante: leve manteiga de cacau ou algum hidratante para a boca na viagem, porque eu coloquei a minha na mala e não na bagagem de mão... Sofri! 

IMIGRAÇÃO
Não tive nenhum problema com a imigração. Muitos me diziam que era tranquilo passar por Londres, mas tem pessoas que são paradas e eles fazem várias perguntas, levam pra uma salinha, etc. É necessário que se tenha sempre o passaporte fácil de pegar, porque tem que mostrar em diversos lugares. Em Londres, além de ter tido que tirar a bota, eles dão um saquinho para separar os líquidos que estão dentro da bolsa. Coloquei coisas da maquiagem como rímel, cremes e uma pomada que eu uso para passar na tatuagem. O único lugar em que me fizeram pergunta foi assim que cheguei em Estocolmo. Assim que a gente chega tem duas filas, uma para os nativos e outra para as pessoas de outros países. Na minha vez a mulher perguntou o que me trouxe à Suécia e eu respondi que vim para morar. Ela se assustou um pouco, haha... Aí eu mostrei o documento que peguei na embaixada. Depois disso, peguei minhas malas e fui para casa. 

Qualquer dúvida sobre a viagem é só postar nos comentários que eu respondo. Beijos!!!

7 comentários:

  1. Imagino você: "uééé, vim pra morar!" hahahahahaha
    Adorei as dicas, quando eu for pra fora do Brasil vou lembrar de todas

    ResponderExcluir
  2. Quando você foi que nos aeroportos tinha essas plaquinhas, ou o que as pessas perguntavam era em Português ou outras linguas ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beatriz.
      De quais plaquinhas vc está falando? Minha viagem foi em junho de 2013... toda informação que peguei ao longo do caminho fora do Brasil foi em inglês. :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Você sabe dizer se é possível levar o cachorrinho de estimação quando se está indo para morar em Estocolmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível sim, mas tem um regulamento pra isso e depende do tipo do cachorro. O animal de estimação deve ficar em quarentena no Brasil e deve ser preparado para viajar. Alguns itens como vacina contra "raiva" e introdução de um chip de identificação devem ser realizados. Tem também análise do sangue do cachorro em laboratório, que deve ser aprovado pela União Europeia... o processo todo leva cerca de 4 a 5 meses.
      Sobre o tipo do cachorro, qualquer raça pode, mas ele não pode ter características de combate, não pode ficar irritado ou ter tendência a morder, deve ser facilmente controlado, etc.

      Se quiser mais informações, procure a embaixada da Suécia no Brasil. Espero ter ajudado.

      Beijos!

      Excluir
  4. Posso levar carne seca embalada a vácuo para Estocolmo? Muito obrigada !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claudia!
      Que eu saiba não, mas é sempre bom checar com a companhia aérea com a qual você vai viajar!

      Excluir

Por Victória Freitas

authorOi, Eu sou a Vic, autora do blog Morando na Suécia.
Quer saber mais?



♢ ♢ ♢

♢ ♢ ♢
Snapchat: stronglica

INSTAGRAM