25 de setembro de 2014

No dia 14 de setembro foi meu aniversário, mas também foi o último dia de votação aqui na Suécia para decidir quem seriam os novos líderes políticos. Algumas pessoas já me pediram para escrever sobre o assunto "política" e só fui adiando, porque não é um assunto do qual eu sei falar muito a respeito. Mas já que as eleições no Brasil também estão chegando, achei que seria válido tentar falar do pouco que sei.

Há algum tempo, vi um vídeo rodando pelo Facebook com um dos capítulos de uma série da Band sobre os políticos na Suécia. Não sei se todos vocês viram, mas vale a pena conferir, pois já descreve bastante qual é a situação política sueca. Uma busca rápida pelo Youtube e você pode encontrar o vídeo.

Impossível não comparar com as regalias dos cargos políticos brasileiros...


CURIOSIDADES E DIFERENÇAS
Além do que o vídeo mostra, também existem outras diferenças e curiosidades que achei interessantes:
  • O voto não é obrigatório, mas as pessoas sabem de sua importância;
  • Dias antes das eleições, todo eleitor recebe um "cartão de voto" pelo correio;

  • Se você estiver incapacitado de votar no dia, por motivo de doença, por exemplo, você pode votar por mensagem, que é quando outra pessoa "vota por você", seguindo as devidas regras;
  • Existe apenas um dia de eleição, mas você pode realizar o voto antecipado. Esse ano, foi aberto no dia 27 de agosto, e você pode votar em uma biblioteca, por exemplo. Seu cartão de voto é então enviado no dia de votação para seu "local de voto";
  • Não existe horário eleitoral na TV, porque é caro, mas existem muitos debates e alguns comercias pequenos durante a programação normal;
  • Existem três tipos de cédula de votação: uma que você pode escolher o partido e o candidato, uma que você vota apenas no partido e uma em branco na qual você deve escrever o nome do partido. Basta escolher uma e votar;
  • Os candidatos não se elegem atacando aos adversários ou fazendo propagandas negativas. Eles devem defender suas ideias e projetos e saber explicar de onde os recursos irão sair para que eles deem certo;
  • Não tem urna eletrônica, porque é um sistema caro e passível de invasões;
  • A Suécia tem família real, mas só por questão cultural, porque o rei não tem poder decisivo em relação a política. Ele, inclusive já perdeu a carteira de motorista por dirigir embriagado... É o que dizem por aí.
PARTIDOS POLÍTICOS
Os partidos políticos devem trabalhar juntos para decidir as questões relacionadas ao país. Nenhum partido tem o poder de decidir sozinho. Confira uma lista dos partidos com mais visibilidade:

Partido Operário Social-Democrata da Suécia (Sveriges Socialdemokratiska arbetarparti): esse foi o partido mais votado em 2014, com 31% dos votos. Geralmente, é o preferido.

Partido Moderado (Samlingspartiet Moderata): com uma ideologia voltada para o conservadorismo liberal, foi o partido que garantiu o segundo lugar nessa eleição, com 23,3% dos votos.

Democratas da Suécia (Sverigedemokraterna): um partido que preocupa os imigrantes, pois são extremamente conservadores e querem fechar as portas da Suécia. Conseguiu 12,9% dos votos nessa eleição e ficou em terceiro lugar.

Os outros partidos mais importantes são (com uma tradução meio capenga): Partido Verde, Partido Popular Liberal, Partido do Centro, Iniciativa Feminista, Democratas Cristãos e Partido de Esquerda.

Bom, isso é o que deu pra escrever sobre o assunto, já que não tenho muito interesse/conhecimento a respeito. Mas se alguém souber mais coisas é só comentar... :-)

Hej hej!
7

26 de agosto de 2014

Já prometi há algum tempo (no item 3 deste post sobre curiosidades) que iria escrever um post só sobre o transporte público aqui em Estocolmo

Pouco mais de um ano morando aqui e ainda me pego comentando sobre a organização que é o transporte público da cidade. Muitas pessoas preferem andar de ônibus, metrô ou trem a andar de carro e ter que passar horas procurando por aquela vaga para estacionar. Porém, não é só por isso a preferência pelo transporte público. Fatores como organização, conforto, pontualidade e até uma taxa básica para motoristas de carro no centro da cidade em determinados horários fazem com que as pessoas escolham este meio para se locomover até o trabalho.

Tvärbanan
TIPOS DE TRANSPORTE PÚBLICO
Além da definição básica: ônibus, trem, metrô e barco, os trens em Estocolmo também são divididos por tipo.

TUNNELBANA: é o metrô básico central de Estocolmo. Há três linhas atualmente: vermelha, azul e verde (já estão em processo para criar outra linha, cuja cor no mapa será escolhida pelos usuários). Em qualquer lugar que você estiver pelo centro de Estocolmo, haverá sempre uma estação de Tunnelbana perto de você, pois existem 100 estações que são relativamente perto umas das outras. Estas estações são indicadas pela letra "T".

Mapa do Tunnelbana

PENDELTÅG: é um trem mais rápido, que percorre distâncias maiores e vai para locais mais distantes do centro da cidade. As estações do Pendeltåg são identificadas pela letra "J". Este é o trem que pego para ir de casa ao centro, leva cerca de 30 minutos.

TVÄRBANAN: um trenzinho que anda sobre trilhos pelas ruas da cidade e que também funciona pela região central. Não há catracas para entrar nele, mas, muitas vezes, passam pessoas conferindo o cartão/ticket das pessoas, outras vezes não. 

SL CARD
Todos os meios de transporte citados acima, incluindo alguns barcos, podem ser utilizados com o mesmo tipo de cartão, o SL Card. Há vários "planos" de recarga do cartão. No meu caso, eu recarrego mensalmente, mas é possível realizar recargas de 24h ou até 90 dias, inteira ou meia. 

Além do SL Card, há outras maneiras de pagar a passagem. Esta é a única com a qual estou familiarizada, mas também já vi muitas pessoas pagarem com o celular e mostrarem o sms recebido para o motorista do ônibus ou para a pessoa que fica nas catracas do metrô.

PONTUALIDADE E CONFORTO
Não é a primeira vez que falo sobre o conforto e a pontualidade do transporte público daqui. É tão pontual que se algum dia um ônibus demora 20 segundos para chegar, já é motivo para os suecos começarem a reclamar do atraso.

Nos pontos de ônibus e estações de metrô tem um painel eletrônico (ou vários) informando quantos minutos faltam exatamente para que os trens e ônibus cheguem. Quando há problemas de tráfego ou de atraso, sempre tem um aviso de voz e um novo horário no painel.

Quanto ao conforto, todos os trens e ônibus têm assentos acolchoados, aquecedores durante o inverno e ar condicionado durante o verão e são extremamente limpos (exceto aos fins de semana, quando os suecos ficam bêbados e bagunçam tudinho). Os pontos de espera nas estações de trem são aquecidos e têm uma tv com todos os próximos trens e seus respectivos horários. Os ônibus têm botões de parada para todos os assentos.

Os motoristas dos ônibus não só estacionam com os pneus colados na calçada, como também abaixam a lateral do ônibus pra gente entrar. Em geral, eles são muito educados e pacientes. Onde eu moro, quando um trem está chegando na estação e o ônibus já está no horário de ir, o motorista espera um pouco mais para que as pessoas que estavam no trem cheguem para pegar o ônibus. Já peguei um ônibus que o motorista deu a volta por causa de um passageiro cheio de malas que chegou um pouquinho atrasado ao ponto, haha!

As pessoas também são muito educadas e sempre esperam as pessoas saírem do trem/metrô/ônibus para que elas comecem a entrar (sempre na ordem de chegada, porque suecos adoram uma fila).

Outra coisa interessante e muito legal é que as pessoas podem levar bicicletas e cachorros nos transportes públicos aqui.


Talvez eu esteja esquecendo de algo, mas o post já está ficando enorme, então vou parar por aqui... haha

Hej då!

4

30 de julho de 2014

Oi, pessoas que visitam o meu blog abandonado. Andei bem sumida dessa vez, mas vou tentar escrever com mais frequência.
E vamos para mais uma rodada de curiosidades, coisinhas e costumes da Suécia. Se quiser ver as postagens anteriores com mais curiosidades, os links se encontram no começo do post (ou leia este post com 100 curiosidades sobre a Suécia). ;-)

1 - Algumas coisas a gente fica tão acostumado desde o começo que até esquece que é diferente. Uma delas é beber água da torneira. Sempre tem água fria e água quente; a água quente não é recomendada para beber, mas para lavar louça, por exemplo, o que é ótimo no frio!

Google images
2 - Sabe quando você vai a uma festa de faculdade e você compartilha bebidas com os amigos? Pois é, isso não acontece aqui. Cada um leva sua bebida alcoólica e nada de compartilhar. Isso acontece em parte por causa da política em relação à compra de bebidas alcoólicas. Não é toda hora que você pode comprar, você tem que planejar para isso. (Leia mais)

3 - Quando tem uma encomenda grande para você que não cabe na sua caixa de correio, você recebe um papel avisando para que você busque no supermercado mais próximo da sua casa.

4 - Uma amiga me disse que os suecos não gostam de encontrar os vizinhos nos corredores do prédio e, por isso, antes de saírem de casa, olham pelo olho mágico. Hahaha!

5 - Suecos respeitam fila. E duas pessoas esperando um elevador já é considerado uma fila!

6 - Quase todos os fogões aqui (se não todos) são elétricos. É só virar o botão e voilà!

7 - Os chuveiros, no entanto, não são elétricos. Por isso, não há risco de queimar/pifar. =)
Só não sei de onde vem a água quente e a água fria. Se eu descobrir, eu conto.

8 - Todas as portas têm o nome do proprietário do apartamento. Facilita o trabalho do carteiro e a visita de primeira viagem. Também tem uma lista na entrada do prédio com o nome de todos os moradores e os respectivos números dos apês.

9 - Os suecos amam velas e flores. Não sei se é mais por costume ou romantismo, talvez um pouco dos dois. É quase impossível não encontrar um pacote de velinhas pequenas na casa de um sueco.

10 - As pessoas aqui tiram o sapato para entrar em casa. Esse costume existe mais por causa do inverno, já que ninguém quer sair molhando o chão da casa. Porém, o costume permanece no verão e a casa fica mais tempo limpa! \o/

Nossa! Demorei tanto a escrever que acabei juntando coisa demais!

Hej då! =)
0

13 de fevereiro de 2014

Eu sempre gosto de descobrir o que há de diferente aqui e, apesar de estar aqui há quase um ano, ainda continuo descobrindo mais... Os links para as partes um e dois estão no início da postagem (ou você pode conferir o novo post com 100 curiosidades). Agora confira a terceira listinha com as curiosidades, costumes e coisinhas da Suécia:

1 - Essa aqui eu já sabia há um tempo, nem sei porque ainda não comentei. Uma coisa tipicamente sueca é o snus, um saquinho com tabaco em pó que eles colocam entre a gengiva e o lábio superior. É muito comum mesmo ver suecos usando o dia inteiro. Pelo menos não tem fumaça e não incomoda como o cigarro. Hehe... (Leia mais)

Foto: David Parry / newscast
2 - É meu primeiro inverno aqui. Descobri que colocam pedrinhas por toda a cidade pra evitar que as pessoas escorreguem no gelo. Existem muitos casos de pessoas quebrando a perna porque escorregaram. Esse lance das pedrinhas deve ter em todas as cidades que tem neve, eu que nunca tinha visto... =P

3 - Os animais de estimação aqui são tratados como pessoas... Acho lindo isso! Quando o dono vai para o trabalho por muito tempo ou viaja, por exemplo, deve deixar o bichinho em um hotel especializado. E não é nada barato!

4 - Ver casinhas vermelhas na Suécia é muito comum. E é muito interessante saber de onde surgiu esse costume. Antigamente, as pessoas não pintavam as casas porque tinta era muito caro. Foi então que descobriram uma mina de cobre em Dalarna e viram que dava pra fazer tinta com aquilo. Casa vermelha era considerado um sinal de riqueza, mas, depois de um tempo, muitas casinhas do meio rural foram "copiando a ideia". Descobriu-se também que a composição da tinta ajudava a preservar a madeira por muito mais tempo!


5 - Os motoristas aqui realmente param na placa pare, mesmo se não tiver uma alma viva andando por perto. E se quem sentar no banco de trás não colocar o cinto de segurança, essa pessoa mesmo é quem vai pagar multa. 

6 - Outra coisa interessante relacionada ao trânsito é que os donos de carros pagam uma taxa se forem para o centro depois das 6h da manhã e se voltarem até determinada hora. Isso serve para diminuir o tráfego de carros no centro, que nem é tão grande assim.

7 - Fui ao médico pela primeira vez essa semana. Na hora de receitar o remédio, quem disse que o médico escreve no papel e entrega pra você? Nada disso... Ele só fala: pronto, agora você pode passar em qualquer farmácia e informar seu personnummer que eles pegam pra você. =O

Bom... por enquanto é só.
Beijos e até o próximo post que também deve demorar... Hehe
Hej då!
3

Por Victória Freitas

authorOi, Eu sou a Vic, autora do blog Morando na Suécia.
Quer saber mais?



♢ ♢ ♢

♢ ♢ ♢
Snapchat: stronglica

INSTAGRAM