25 de setembro de 2014

ELEIÇÕES E POLÍTICA NA SUÉCIA

No dia 14 de setembro foi meu aniversário, mas também foi o último dia de votação aqui na Suécia para decidir quem seriam os novos líderes políticos. Algumas pessoas já me pediram para escrever sobre o assunto "política" e só fui adiando, porque não é um assunto do qual eu sei falar muito a respeito. Mas já que as eleições no Brasil também estão chegando, achei que seria válido tentar falar do pouco que sei.

Há algum tempo, vi um vídeo rodando pelo Facebook com um dos capítulos de uma série da Band sobre os políticos na Suécia. Não sei se todos vocês viram, mas vale a pena conferir, pois já descreve bastante qual é a situação política sueca. Uma busca rápida pelo Youtube e você pode encontrar o vídeo.

Impossível não comparar com as regalias dos cargos políticos brasileiros...


CURIOSIDADES E DIFERENÇAS
Além do que o vídeo mostra, também existem outras diferenças e curiosidades que achei interessantes:
  • O voto não é obrigatório, mas as pessoas sabem de sua importância;
  • Dias antes das eleições, todo eleitor recebe um "cartão de voto" pelo correio;

  • Se você estiver incapacitado de votar no dia, por motivo de doença, por exemplo, você pode votar por mensagem, que é quando outra pessoa "vota por você", seguindo as devidas regras;
  • Existe apenas um dia de eleição, mas você pode realizar o voto antecipado. Esse ano, foi aberto no dia 27 de agosto, e você pode votar em uma biblioteca, por exemplo. Seu cartão de voto é então enviado no dia de votação para seu "local de voto";
  • Não existe horário eleitoral na TV, porque é caro, mas existem muitos debates e alguns comercias pequenos durante a programação normal;
  • Existem três tipos de cédula de votação: uma que você pode escolher o partido e o candidato, uma que você vota apenas no partido e uma em branco na qual você deve escrever o nome do partido. Basta escolher uma e votar;
  • Os candidatos não se elegem atacando aos adversários ou fazendo propagandas negativas. Eles devem defender suas ideias e projetos e saber explicar de onde os recursos irão sair para que eles deem certo;
  • Não tem urna eletrônica, porque é um sistema caro e passível de invasões;
  • A Suécia tem família real, mas só por questão cultural, porque o rei não tem poder decisivo em relação a política. Ele, inclusive já perdeu a carteira de motorista por dirigir embriagado... É o que dizem por aí.
PARTIDOS POLÍTICOS
Os partidos políticos devem trabalhar juntos para decidir as questões relacionadas ao país. Nenhum partido tem o poder de decidir sozinho. Confira uma lista dos partidos com mais visibilidade:

Partido Operário Social-Democrata da Suécia (Sveriges Socialdemokratiska arbetarparti): esse foi o partido mais votado em 2014, com 31% dos votos. Geralmente, é o preferido.

Partido Moderado (Samlingspartiet Moderata): com uma ideologia voltada para o conservadorismo liberal, foi o partido que garantiu o segundo lugar nessa eleição, com 23,3% dos votos.

Democratas da Suécia (Sverigedemokraterna): um partido que preocupa os imigrantes, pois são extremamente conservadores e querem fechar as portas da Suécia. Conseguiu 12,9% dos votos nessa eleição e ficou em terceiro lugar.

Os outros partidos mais importantes são (com uma tradução meio capenga): Partido Verde, Partido Popular Liberal, Partido do Centro, Iniciativa Feminista, Democratas Cristãos e Partido de Esquerda.

Bom, isso é o que deu pra escrever sobre o assunto, já que não tenho muito interesse/conhecimento a respeito. Mas se alguém souber mais coisas é só comentar... :-)

Hej hej!

7 comentários:

  1. Mto bom! é triste ver o quão atrasado nosso país ainda é culturalmente, mas por outro lado é bom ver que temos bons exemplos que podem ser seguidos! valeu!!

    ResponderExcluir
  2. Va kul att läsa din blogg! =) Ja svenska valet i år var en riktig circus... Kommer du rösta i Brasiliens val i år? kramis <3

    ResponderExcluir
  3. Oiii!!!
    Eu e meu marido estamos estudando de ir morar na Suécia.
    Como vc fez? Visto, emprego, moradia, etc
    Pode nos ajudar??
    Muito Obrigada
    Bju Sylvia
    syltalyta@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sylvia! Tudo bem?
      Leia os posts anteriores! Tem falando sobre tudo o que perguntou.
      Beijos.

      Excluir
  4. Muito bom seu blog! Só faltou nos contar seu nome haha, ou se já disse, passou-me despercebido.

    Pretendo fazer intercâmbio na Suécia (mais precisamente em Estocolmo), sabe dizer como é a recepção de universitários estrangeiros, como é o ensino público sueco etc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Obrigada, Kauan!
      Sempre tem meu nome ao final dos artigos... ;)
      Prazer, Victória! :-)

      Não sei muito bem responder sobre esse assunto, porque ainda não fiz parte desse meio acadêmico por aqui, mas os suecos sempre recebem os estrangeiros de forma positiva. Claro que existem exceções.
      O ensino público na Suécia é uma maravilha! Sem falar que você não paga nem ensino particular, é assim com a saúde também.
      Mas não sei detalhes... :/

      Beijos.

      Excluir

Por Victória Freitas

authorOi, Eu sou a Vic, autora do blog Morando na Suécia.
Quer saber mais?



♢ ♢ ♢

♢ ♢ ♢
Snapchat: stronglica

INSTAGRAM